Líderes religiosos e políticos reunidos por uma alimentação adequada para todos

17 Out, 2017

No dia em que o Papa Francisco interveio uma vez mais na FAO em Roma (Organização das nações Unidas para a Alimentação e Agricultura) apelando a integrar na linguagem da cooperação internacional a categoria do amor, conjugada como gratuidade, igualdade de trato, solidariedade, cultura do dom, fraternidade, misericórdia, como palavras que expressam efetivamente, o conteúdo prático do termo «humanitário», líderes de diferentes confissões religiosas sentaram-se à Mesa com responsáveis políticos em torno do desafio de alcançar uma Alimentação Adequada para todos. “Todos à Mesa por uma Mesa para Todos” foi o mote do jantar tertúlia promovido pela FEC e Comunidade Islâmica de Lisboa, no âmbito do projeto Mundo à Mesa.

Num debate moderado pelo jornalista Joaquim Franco, foi possível e inspirador ir cruzando as motivações de fé para o tema da Alimentação, trazendo o valor ético e espiritual do alimento (a partir da reflexão do P. José Vieira, responsável dos Institutos Religiosos, sobre o pão nosso de cada dia e do valor da partilha, e da mesa para todos a partir do Alcorão, apresentada pelo Sheik Munir) como mesa de base para o delineamento e implementação de políticas, quer ao nível da nova estratégia nacional de combate ao desperdício alimentar (apresentada pelo seu responsável, Eng.º Eduardo Diniz), ao nível das florestas e desenvolvimento rural (com a presença do Secretário de Estado da tutela, Eng.º. Miguel Freitas), alargando o desafio ao nível regional, com o representante da FAO na CPLP, Dr. Francisco Sarmento.

A noite terminou com a leitura de uma declaração conjunta pelo Direito Humano a uma Alimentação Adequada, assinada pelas diferentes confissões religiosas representadas: Aliança Evangélica Portuguesa, Comunidade Católica, Comunidade Islâmica de Lisboa, Buddha Light International Association Portugal, entregue aos responsáveis políticos presentes, reforçando o empenho das diferentes religiões no compromisso de dar vida às políticas e estratégias inclusivas e participativas, assentes nesta que pode ser uma inspiração para todos: Todos à Mesa por uma Mesa para Todos.

Últimas notícias…

Moçambique – Formação de Formadores em Lichinga

Moçambique – Formação de Formadores em Lichinga

De modo a garantir a sustentabilidade do projeto Othukumana – Juntos II, realizou-se, no mês de fevereiro e início de março, a formação de formadores, na cidade de Lichinga. Participaram dois formandos de cada um dos Jardins de Infância de Lichinga envolvidos no...

read more