Criação de Recreios nas Escolinhas Comunitárias do Niassa

19 Out, 2018

No âmbito da atividade de melhoria das infraestruturas das Escolinhas Comunitárias do Niassa, promovida pelo projeto Othukumana – Juntos II, criaram-se, durante o mês de outubro, recreios com materiais não estruturados em todas as Escolinhas Comunitárias.

Através de materiais de desgaste simples e existentes em empresas da própria comunidade, passaram, assim, a existir espaços destinados à brincadeira que permitem a apropriação por parte das crianças da escolinha e da comunidade.

Para além de espaços de brincadeira, estes são também espaços de desafio e novas experiências motoras e sociais.

Monitores, supervisores e membros da comissão de gestão das Escolinhas Comunitárias participaram na escolha do espaço e implementação dos materiais, aproveitando, também, para viver a experiência da sua exploração, criando-se um momento de diversão comunitária em que adultos e crianças partilharam um momento de brincadeira.

O projeto Othukumana II é implementado pela Diocese de Lichinga, em parceria com a FEC e os Leigos para o Desenvolvimento, com acessória técnico-pedagógica da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti e com o apoio da MisereorKindermissionswerkRotary InternationalListas Telefónicas de MoçambiqueGrupo João Ferreira dos Santos (JFS – SAN) e Toyota Moçambique.

Últimas notícias…

ESPERANÇA EM KATOWICE (COP 24)

ESPERANÇA EM KATOWICE (COP 24)

Decorre de 2 a 14 de dezembro em Katowice (Polónia) mais uma Cimeira do Clima das Nações Unidas, a COP 24 (Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas - CQNUAC ou, em inglês UNFCCC). A Plataforma Portuguesa das ONGD foi convidada pela Agência...

read more
FEC participa na Quinzena dos Direitos na Guiné-Bissau

FEC participa na Quinzena dos Direitos na Guiné-Bissau

“Falar de Direitos das Crianças” foi a primeira atividade realizada pela FEC na Quinzena dos Direitos de 2018, em Bissau, no dia 4 de dezembro. Foi no Centro Cultural Português que crianças de diferentes escolas guineenses aprenderam mais sobre alguns dos seus...

read more
Share This