Dia de Reis

5 Jan, 2019

O Luso Fonias de hoje é dedicado aos Reis Magos, cuja festa se assinala no dia 6 de Janeiro. Os Evangelhos relatam que o Menino Jesus foi visitado por uns magos do Oriente, que seguiram uma estrela e lhe levaram como presentes ouro, incenso e mirra. É uma visita que a Igreja celebra como a festa da Epifania. Hoje ficamos a saber mais sobre estas figuras e o que representam, numa conversa com o Padre Hugo Gonçalves, pároco da Igreja dos Santos Reis Magos do Campo Grande, em Lisboa.

Na opinião do P. Tony Neves – ‘A Paz da boa Política’

“A boa política está ao serviço da Paz, respeita e promove os direitos humanos –defende o Papa Francisco na habitual Mensagem para o Dia Mundial da Paz.

Condena os vícios da política: a corrupção, o enriquecimento ilegal, a perpetuação no poder, a xenofobia, o racismo, a recusa de cuidar da Terra, a exploração ilimitada dos recursos naturais, o desprezo dos forçados ao exílio, os nacionalismos. Estes vícios retiram toda a credibilidade à democracia e infernizam a vida das pessoas e povos que os políticos deviam, por eleição, amar e servir.

Francisco promove a‘boa’política que trabalha pelo bem comum e dá esperança de futuro aos jovens. Ela gera paz que, como escreveu Charles Péguy, ‘é como uma flor frágil que procura desabrochar por entre as pedras da violência’. Aos governantes é lançado o desafio da responsabilidade da sua missão: servir o país proteger as pessoas que habitam nele, criando condições para um futuro digno e justo. Diz o Papa: ‘a política pode tornar-se verdadeiramente uma forma eminente de caridade’.Mas é proibido cruzar os braços e é urgente trabalhar no combate à estratégia do medo e da intimidação. O Papa pede um olhar especial para as vítimas das guerras, sobretudo as crianças em áreas de conflito.

O papa Francisco cita o Cardeal Van Thuan, vietnamita que conheceu a tortura e a prisão e que, num dos seu escritos, traçou as ‘Bem-aventuranças do Político’:
Bem-aventurado o político que tem uma alta noção e uma profunda consciência do seu papel.
Bem-aventurado o político de cuja pessoa irradia a credibilidade.
Bem-aventurado o político que trabalha para o bem comum e não para os próprios interesses.
Bem-aventurado o político que permanece fielmente coerente.
Bem-aventurado o político que realiza a unidade.
Bem-aventurado o político que está comprometido na realização duma mudança radical.
Bem-aventurado o político que sabe escutar.Bem-aventurado o político que não tem medo’.

Cem anos após o fim da I Grande Guerra Mundial e nos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Mensagem convida-nos a escutar S. João XXIII: ‘quando numa pessoa surge a consciência dos próprios direitos, nela nascerá forçosamente a consciência do dever: no titular dos direitos, o dever de reclamar esses direitos, como expressão da sua dignidade; nos demais, o dever de reconhecer e respeitar tais direitos’.

O Papa pede uma Paz a três dimensões: consigo mesmo, com os outros e com a criação.Termina, como sempre, com uma referência a Maria,a Rainha da Paz.

Faço minhas todas estas palavras do Papa Francisco e desejo a quantos me ouvirem e lerem um 2019 cheio desta Paz assente na justiça e em boas políticas.”

Tony Neves

Últimos programas

Redes Sociais

Redes Sociais

As redes sociais passaram a fazer parte da nossa vida diária. No computador ou no telemóvel, partilhamos ideias e momentos, comentamos notícias e procuramos emprego. As redes sociais, como o Facebook ou o Instagram, ajudam-nos a manter o contacto com amigos que estão...

Refugiados

Refugiados

No dia 20 de junho, assinala-se o Dia Mundial do Refugiado. Um dia em que se presta homenagem à resistência de todos os que foram obrigados a fugir de suas casas por motivos de perseguição, calamidades ou guerra. Em 2018, morreram mais de dois mil refugiados só no Mar...