Programa Acorda!

8 Mar, 2019

Nos passados dias 25, 26 e 27 de fevereiro cerca de 80 pessoas preocupadas com os desafios da sustentabilidade e cuidado da casa comum juntaram-se às iniciativas do programa ACORDA! – Da conversão ecológica à transformação social. Este programa procurou promover espaços de diálogo e debate público sobre o desenvolvimento sustentável e sensibilizar os cidadãos para escolhas conscientes desde o quotidiano à esfera política, no contexto dos atos eleitorais a decorrer este ano, de maneira a que se promovam políticas públicas mais justas e ecológicas.

Neste sentido, o programa ACORDA propôs três momentos distintos de reflexão e mobilização. No dia 25, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, estreou o documentário Energia para Mudar, seguido de um debate com Francisco Ferreira, presidente da associação ZERO, e Pedro Walpole SJ, coordenador da Plataforma EcoJesuit. O documentário, produzido pela Coopération Internationale pour le Développement et la Solidárité (CIDSE) e realizado por Patrícia Pedrosa, mostra seis realidades diferentes, do Norte e Sul globais, a respeito do acesso à energia e dos seus custos sociais. O confronto com estas diferentes realidades abriu, no debate, várias questões como a facilidade de acesso aos transportes alternativos, como defende a ZERO, ou a importância das soluções comunitárias, a partir da experiência concreta de Pedro Walpole SJ nas Filipinas.

Nos dias 26 e 27, no Centro Universitário Padre António Vieira (CUPAV), teve lugar o workshop “Jornadas para Mudar”, que teve no primeiro dia o foco na conversão pessoal e no segundo dia a transformação social. Este workshop contou com a presença de Pedro Walpole SJ mas também de Edmond Grace SJ, Secretário para a Justiça e Ecologia no Jesuit European Social Centre, em Bruxelas. Ambos focaram a importância do discernimento na tomada de decisões individuais e coletivas. A reflexão em grupo centrou-se nas questões do diálogo de Talanoa (Onde estamos? Para onde queremos ir? Como chegamos lá?) e a influência que é necessário exercer nas diferentes esferas (sociedade civil, instituições políticas e sector privado). Os resultados foram posteriormente partilhados com todos os participantes.

O programa culminou, no dia 27, numa conferência aberta sobre “Cuidar da Casa Comum”, com os mesmos jesuítas. Ambos focaram a importância de fortalecer as convicções que nos levam a preservar o planeta e a importância de viver com um sentido de suficiência (enoughness).

No fim do programa, vários participantes manifestaram interesse em continuara saber mais sobre estas questões e em participar em mais atividades do projeto no qual este programa se insere, o projeto Juntos pela Mudança II. Este encontro promoveu, assim, um dos seus principais objetivos: alinhada com a campanha da CIDSE, que agora termina (Change for the Planet, Care for the People), reunir um grupo de pessoas comprometidas com o cuidado da casa comum. Nesse sentido a equipa do projeto começará a distribuir pelos assinantes uma newsletter com convites para as futuras atividades do projetos e outras sobre os mesmos temas, bem como links úteis sobre produção e consumo responsáveis e açã climática.

O programa ACORDA realizou-se no âmbito do projeto Juntos pela Mudança II, promovido pela FEC, cofinanciado pelo Camões I.P., em parceira com a Associação Casa Velha e com a CIDSE. Este programa contou também com o apoio da Associação ZERO, do CUPAV, da Ecojesuit, e da FCUL.

Últimas notícias…

FEC promove estudo do património cultural moçambicano

FEC promove estudo do património cultural moçambicano

O património cultural nacional de Moçambique é rico e precisa ser mais difundido, para que as novas gerações o conheçam e o valorizem, defendeu a historiadora e gestora cultural, Matilde Muocha, na apresentação dos resultados preliminares do estudo sobre o artesanato...

read more