Ministério da Educação e FEC apresentam a Caracterização do Pré-Escolar na Guiné-Bissau

24 Jun, 2019

O Ministério da Educação, Ensino Superior, Juventude, Cultura e Desportos (MEESJCD) e a FEC apresentaram, no dia 20 de junho, no Centro Cultural Português, em Bissau, o primeiro volume do Relatório da Caracterização do Pré-Escolar – Levantamento Nacional da Guiné-Bissau.

Realizado a pedido do MEESJCD com o objetivo de contribuir para a definição das políticas educativas do ensino pré-escolar na Guiné-Bissau, o estudo foi realizado em duas fases, ao longo de dois anos, e por todo o país. Na primeira parte, agora apresentada, foram mapeados 744 estabelecimentos de educação de infância a nível nacional, em termos da sua estrutura e do perfil dos seus profissionais. Na segunda fase, que será apresentada no final do ano, foi feita a caracterização das crianças em termos do seu desenvolvimento e aprendizagens.

“Esta caracterização do pré-escolar trouxe um conhecimento aprofundado e sistematizado do subsetor, dos jardins de infância, dos profissionais que lá trabalham e das aprendizagens e competências que estão a ser desenvolvidas pelas crianças guineenses que frequentam o pré-escolar”, refere Nuno Tavares, responsável de área de Educação de Infância e Ensino Básico da FEC. “Esta é uma informação essencial para a definição de políticas educativas para o pré-escolar e para uma estratégia e intervenção mais centrada e adaptada às reais necessidades da Guiné-Bissau, no que diz respeito ao desenvolvimento integral e holístico da criança.”

A Caracterização do Pré-Escolar foi realizada âmbito do PARSE – Programa de Apoio à Reforma do Sistema Educativo na Guiné-Bissau, projeto financiado pelo Camões, I.P. e desenvolvido pela FEC em parceria com o Ministério da Educação, Ensino Superior, Juventude, Cultura e Desportos.

Últimas notícias…

Estudo revela património cultural da Província de Maputo

Estudo revela património cultural da Província de Maputo

Decorre na Província de Maputo uma pesquisa sobre o Património Cultural local nas suas diferentes expressões artísticas: artesanato, jogos tradicionais e literatura oral. Dados preliminares revelam um espólio rico do artesanato tradicional, constituído...

read more
Exposição Uma Obra por Moçambique

Exposição Uma Obra por Moçambique

Até 22 de setembro está patente no Espaço Espelho d’Água, em Lisboa, a exposição Uma Obra por Moçambique, que reúne obras de vinte e quatro artistas plásticos portugueses, cujas receitas das vendas reverterão na íntegra para apoiar a reconstrução da Província da...

read more