322 Agentes de Educação de Infância Capacitados pela FEC na Guiné-Bissau

19 Jul, 2019

Terminou, este fim de semana, o último ano da formação em Educação de Infância ministrada pela FEC na Guiné-Bissau e destinada a profissionais que já estão a exercer funções em jardins de infância e que não possuem formação académica superior.

A formação teve a duração de 570 horas, ao longo de dois anos letivos, e incluiu ainda módulos de Aperfeiçoamentos da Língua Portuguesa. Decorreu nas regiões de Gabú, Bafatá, Tombali, Quinara, Oio, Biombo e Setor Autónomo de Bissau, e capacitou 322 profissionais de educação de infância.

 “Chegámos com imensas dificuldades mas com a formação conseguimos melhorar bastante. Agora vamos pôr em prática aquilo que aprendemos”, diz Aguinaldo Blute, um dos formandos. “Aprendi formas de construção de materiais e recursos pedagógicos. Sabemos que na Guiné-Bissau há escolas que não têm meios para comprar materiais, por isso o educador deve ter uma dinâmica de criar os seus próprios materiais e isso aprendi aqui.”

“Os 2 anos de formação correram muitíssimo bem, com a ajuda da FEC. Antes eu trabalhava com as crianças sem conhecimentos, sem formação, mas agora já tenho conhecimentos de base sobre educação de infância. Superou as minhas expectativas. A FEC ajudou-nos muito, até mesmo no aperfeiçoamento da língua portuguesa. Sou um bom educador de infância agora”, refere o formando Bacari Sané.

A formação em Educação de Infência é uma iniciativa do PARSE – Programa de Apoio à Reforma do Sistema Educativo na Guiné-Bissau, projeto financiado pelo Camões, I.P. e desenvolvido pela FEC em parceria com o Ministério da Educação, Ensino Superior, Juventude, Cultura e Desportos.

Últimas notícias…

FEC promove estudo do património cultural moçambicano

FEC promove estudo do património cultural moçambicano

O património cultural nacional de Moçambique é rico e precisa ser mais difundido, para que as novas gerações o conheçam e o valorizem, defendeu a historiadora e gestora cultural, Matilde Muocha, na apresentação dos resultados preliminares do estudo sobre o artesanato...

read more