Quem vai pagar a conta?

22 Jul, 2019

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, aprovada por unanimidade nas Nações Unidas em setembro de 2015 é um plano de ação ambicioso capaz de alterar o paradigma do desenvolvimento e de garantir o alinhamento entre as dimensões sociais, económicas, políticas e ambientais. A sua universalidade permite que todas as instituições multilaterais e governos estejam de facto empenhados em tornar esta Agenda uma realidade.

Mas, quatro anos após a adoção da Agenda 2030, não estamos mais perto de garantir o sucesso desta Agenda, uma vez que a maioria dos governos não conseguiu transformar a visão transformadora da Agenda 2030 em realidade.

Sendo a UE um dos principais atores do desenvolvimento na cena internacional, senão o mais importante , e estando a EU a promover e a aplicar medidas para garantir um processo de desenvolvimento sustentável, já não se justifica que persistam políticas incoerentes, que têm um impato negativo na vida de milhares de pessoas e que comprometem os esforços de sucesso da Agenda 2030

O relatório  “Who is paying the bill ? (Negative) impacts of EU policies and practices in the World” apresenta algumas áreas políticas importantes onde há uma necessidade urgente de ação.

Leia o relatório aqui.

Últimas notícias…

FEC promove estudo do património cultural moçambicano

FEC promove estudo do património cultural moçambicano

O património cultural nacional de Moçambique é rico e precisa ser mais difundido, para que as novas gerações o conheçam e o valorizem, defendeu a historiadora e gestora cultural, Matilde Muocha, na apresentação dos resultados preliminares do estudo sobre o artesanato...

read more