Bambaran di mininu II – Observatório Nacional dos Direitos das Crianças na Guiné-Bissau

Guiné-Bissau | janeiro de 2015 a dezembro de 2017

Parceiros

  • Cáritas da Guiné-Bissau (proponente)

Outras entidades envolvidas

  • Centro da Criança e da Família do Instituto Superior de Psicologia Aplicada

Financiadores

  • União Europeia
  • Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, IP

Queremos…

Contribuir para o respeito efetivo dos direitos das crianças na Guiné-Bissau.

Como…

  • Melhorando as condições de vida e a integração das crianças vulneráveis (0-14 anos), em particular com deficiência, vítimas dos fenómenos de tráfico, violência, exploração sexual e abandono e que se encontram em situação de acolhimento temporário ou permanente
  • Reforçando o trabalho em rede e a sensibilização para os direitos da criança através da formalização e dinamização do Observatório Nacional dos Direitos da Criança (ONDC) na GB com enfoque na reintegração de crianças institucionalizadas, em especial com deficiência

Principais Atividades

R

Casa de Acolhimento Bambaran

Acompanhamento e avaliação periódica das crianças institucionalizadas e de suas famílias
Elaboração de planos individuais de desenvolvimento para crianças com deficiência
Formação contínua ao staff técnico da Casa de Acolhimento Bambaran e formação em serviço de educadoras e amas
Construção e apetrechamento de estabelecimento de educação inclusiva
Educação parental às famílias de acolhimento e das crianças institucionalizadas
Assessoria, uniformização e implementação de Manual de Procedimentos da Casa Bambaran
Definição de perfil, processo de seleção, direitos e deveres das Famílias de Acolhimento uniformizadas

R

Observatório Nacional dos Direitos da Criança

Constituição Formal do Observatório Nacional dos Direitos da Criança (ONDC) na Guiné-Bissau e formação do Grupo de Trabalho de Casas de Acolhimento dentro do ONDC com partilha de práticas e procedimentos

R

Comunicação

Redação e publicação de Relatório Anual da Situação da Criança
Estudo de caso das crianças “Meninos de Criação”
Atividades de sensibilização para os direitos da criança: peça de teatro, rádio, exposição, etc

Com quem trabalhamos

67 Crianças institucionalizadas na Casa Bambaran (0-16 anos) e suas famílias, incluindo, 12 crianças com deficiência

25 Técnicos psicossociais e agentes educativos

10 Famílias de acolhimento

Notícias do projeto

Encerramento da Quinzena dos Direitos em Bissau com a FEC

Dia 15 de dezembro a Quinzena “Juntos pelos Direitos” encerrou em Bissau com o culminar de uma semana de atividades lúdico-pedagógicas “Ser Criança” e a apresentação dos dados preliminares do caso de estudo “Filhos de Criação”, na Casa dos Direitos.

Biombo

Bissau

APOIE ESTE PROJETO

Share This