Cultura i nô balur - uma estratégia de Educação para a Cultura na Guiné-Bissau

Guiné-Bissau | junho de 2016 a maio de 2020

Parceiros

  • Faculdade de Ciências de Educação da Universidade Católica da Guiné-Bissau (FCE-UCGB)
  • Instituto de Educação da Universidade de Lisboa (IE-UL)
  • Afectos com Letras ONGD
  • Associação de Escritores da Guiné-Bissau (AEGUI)
  • Ente Nazionale Giuseppini del Murialdo (ENGIM)

Outras entidades envolvidas

  • Instituto Nacional para o Desenvolvimento da Educação (INDE) do Ministério da Educação Nacional (MEN)
  • Câmara Municipal de Bissau (CMB)

Financiadores

  • Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, IP
  • União Europeia
  • Misereor

Queremos…

Contribuir para a promoção do património cultural guineense de um modo inclusivo e sustentável, favorecendo o acesso da população guineense a bens e serviços culturais.

Como…

  • Recuperando e divulgando a cultura guineense através do estudo e produção de literatura, música e artesanato com e para as camadas mais juvenis e frágeis da população
  • Promovendo a cultura guineense a partir do conhecimento científico, através da formação de quadros graduados e pós-graduados
  • Promovendo o acesso livre da população guineense a feiras e ateliers demonstrativos do património cultural no campo da literatura, música e artesanato

Principais Atividades

R

Formação

Reestruturação da licenciatura de Educação de Infância e constituição de oferta formativa pós-graduada e contínua para agentes de educação na Faculdade de Ciências de Educação da Universidade Católica da Guiné-Bissau (FCE-UCGB)
Constituição de um Centro de Estudos de Educação e Cultura da Criança Guineense na UCGB e formação de grupos de estudos temáticos
Formação das associações de artesãos na elaboração de “Plano de Negócio” e apoio para a criação formal da Rede de Artesãos. Formação de artesãos na transformação de materiais tradicionais (pano, madeira e latoaria) em artesanato melhorado e material didático
Constituição de bibliotecas itinerantes-móveis pelas regiões-alvo

R

Cultura

Ações de sensibilização dos pais e encarregados de educação sobre produtos e materiais de literatura, música e artesanato
Levantamento, estudo e pesquisa de literatura, música e artesanato guineenses e posterior produção, edição e publicação de produtos e materiais de literatura, música e artesanato guineenses com base no levantamento realizado
Realização de feiras de artesanato, ateliers infantis e feiras regionais de livros

R

Comunicação

Realização de programas radiofónicos “Hora do Conto” e “Minutos da Música”
Comercialização e divulgação dos produtos e materiais de literatura, música e artesanato melhorado guineense na Guiné-Bissau, Portugal, Bélgica e Itália

Com quem trabalhamos

5 Associações de artesãos incluindo o Centro Artístico Juvenil

30 Alunos candidatos a formação pós-graduada (mestrado e doutoramento)

60 Agentes de educação em formação contínua

20 Jardins de Infância

54 Associações de moradores de Bissau e as populações das cidades de Prabis, Quinhamel, Cacheu, Cachungo, São Domingos, Suzana/Varela, Mansoa, Farim, Bafatá, Quinhamel, Gabu, Boé, Catió e Buba (aprox. 920 mil pessoas)

Notícias do projeto

Formação Contínua em Cultura e Tradição da Guiné-Bissau

Professores e educadores do Setor Autónomo de Bissau concluíram dia 7 de julho a primeira edição do Curso de Formação Contínua em Cultura e Tradição da Guiné-Bissau de 48 horas, que visa reforçar competências na Organização, Gestão e Desenvolvimento de Áreas de...

Artesãos unem-se numa “Peça Única” na Guiné-Bissau

A partir de julho, em Bissau, encontra-se aberto ao público de segunda a sexta, das 15h00 às 18h00, o Atelier "Peça Única". O novo espaço de promoção do artesanato da Guiné-Bissau, apoiado pela União Europeia, pela Misereor e pela Cooperação Portuguesa. Inaugurado a...

Gabú

Cacheu

Biombo

Oio

Bafatá

Tombali

Bissau

APOIE ESTE PROJETO

Share This