Navegação
Relatório de Atividades | Adil Amimo
538
post-template-default,single,single-post,postid-538,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,,select-child-theme-ver-1.0.0,select-theme-ver-4.4.1,side_area_over_content,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Adil Amimo





Nome: Adil Amimo
Idade: 23 anos
País: Moçambique

“O meu nome é ADIL AMIMO, de 23 anos de idade, filho de José António e da Amina Nordine, residente no bairro de Chamanculo.
Em 2017 tive conhecimento do projeto Xipamanine Empreendedor através de uma educadora de infância do centro Maria Grazia Rizzo. Nessa altura fui ao centro assistir a uma exposição artística curso de empreendedorismo, depois gestão de pequenos negócios e informática respetivamente.

Contra todos os obstáculos consegui terminar todos os cursos com sucesso, aprendi na formação o valor que tenho como pessoa, como planificar a minha vida, aprendi a acreditar no meu potencial e aproveitar as oportunidades que a vida me dá.
Sempre quis ter o meu próprio negócio, várias vezes tentei, mas fracassei devido a falta de formação, falta de recursos e pouco sabia como empreender e gerir um negócio.

Porque adquiri o espirito empreendedor, e com ajuda dos colaboradores do projeto, elaborei um plano de negócios que foi aprovado e recebi material para começar com um negócio.

Hoje tenho o meu próprio negócio de salão cabeleireiro (chongane hears), consigo gerir e ser independente nas minhas próprias economias. Tenho dificuldades de um espaço fixo, mas isso não serve de obstáculo para alcançar o sucesso, pois aprendi na formação que devo ser persistente para atingir o meu propósito.

No futuro, tenciono ser um salão de referência por isso usarei todas as estratégias aprendidas nas formações de modo a melhorar o meu negócio e assegurar que todos os residentes do bairro de Chamanculo-Xipamanine tratem do seu cabelo no meu salão.

Agradeço pela oportunidade que o projeto me deu e agradeço aos formadores que me acolheram e acreditaram no meu potencial.” quando uma educadora me abordou e falou do projeto, achei bastante interessante e, sem grandes expectativas, decidi inscrever-me. Apresentei o meu bilhete de identidade, preenchi o formulário e mandaram-me aguardar uma ligação telefónica.

Dias depois recebi a ligação convidando-me a participar no curso de formação humana integral e confesso que fiquei feliz porque acreditava ser uma oportunidade de me realizar, mesmo não sabendo a essência do curso de formação humana.

Terminado o curso de formação humana integral, voltei para casa, e porque a vida não é feita apenas das notícias negativas que ouvimos no nosso extraordinário bairro, recebi uma nova ligação para participar no curso de empreendedorismo, depois gestão de pequenos negócios e informática respetivamente.

Contra todos os obstáculos consegui terminar todos os cursos com sucesso, aprendi na formação o valor que tenho como pessoa, como planificar a minha vida, aprendi a acreditar no meu potencial e aproveitar as oportunidades que a vida me dá.
Sempre quis ter o meu próprio negócio, várias vezes tentei, mas fracassei devido a falta de formação, falta de recursos e pouco sabia como empreender e gerir um negócio.

Porque adquiri o espírito empreendedor, e com ajuda dos colaboradores do projeto, elaborei um plano de negócios que foi aprovado e recebi material para começar com um negócio.

Hoje tenho o meu próprio negócio de salão cabeleireiro (chongane hears), consigo gerir e ser independente nas minhas próprias economias. Tenho dificuldades de um espaço fixo, mas isso não serve de obstáculo para alcançar o sucesso, pois aprendi na formação que devo ser persistente para atingir o meu propósito.

No futuro, tenciono ser um salão de referência. Para isso usarei todas as estratégias aprendidas nas formações de modo a melhorar o meu negócio e assegurar que todos os residentes do bairro de Chamanculo-Xipamanine tratem do seu cabelo no meu salão.

Agradeço pela oportunidade que o projeto me deu e agradeço aos formadores que me acolheram e acreditaram no meu potencial.”