“Agora nós vamos à moagem”

2 Dez, 2016

Durante o tempo de supervisão e tutoria ao Jardim de infância Três Pastorinhos, localizado em Lichinga – Paróquia do bairro da Cerâmica, coordenado pelas Irmãs Reparadoras de Fátima, acompanhámos e refletimos o modo como a existência de elementos da cultura local melhoram a qualidade das dramatizações espontâneas das crianças na área do faz de conta.

Uma peneira/cesto, capulanas/panos locais e um fogareiro, elementos familiares em Moçambique, bastaram para as crianças reproduzirem e recriarem, brincando, situações do seu quotidiano – “Ir á moagem fazer farinha, transportar os alimentos na peneira, preparar refeições para a família, cozinhar no quintal, transportar bebes na capulana…”.

E o que lhes permite este: “Agora nós vamos à moagem”? Permite-lhes pensar o mundo.

Por isso, o ambiente educativo precisa ser enriquecido com objetos e propostas pedagógicas que possibilitem à criança recriar o seu quotidiano – entende-lo e agi-lo dum ponto de vista ativo em que é autora e protagonista das situações.

Brincar é inerente ao bom desenvolvimento social, cognitivo, intelectual e emocio­nal de cada criança.

A peneira, as capulanas e o fogareiro integram os materiais da área do faz de conta dos BAÚS PEDAGÓGICOS/ Projeto Othukumana.

Os BAÚS PEDAGÓGICOS replicam Boas Práticas da Fundação Fé e Cooperação em Educação de Infância na Guiné-Bissau.

O projeto Othukumana é uma iniciativa da Diocese Católica de Lichinga em parceria com a Fundação Fé e Cooperação, os Leigos para o Desenvolvimento, a Escola Superior de Educação Paula Frassinetti, a Direção Distrital do Género, Criança e Ação Social de Cuamba, a Direção Distrital da Educação, Cultura, Juventude e Tecnologia de Cuamba. O projeto conta com o apoio da Misereor, Kindermissionwerk, Manos Unidas, Rotary Internacional, Listas Telefónicas de Moçambique, JFS e Toyota Moçambique.

Últimas notícias…

Oportunidades criadas em tempos de covid

Oportunidades criadas em tempos de covid

A pandemia lançou-nos diversos desafios organizacionais e na implementação dos projectos que desenvolvemos. Obrigou-nos a pensar e definir planos de contingência, a cuidar da relação com parceiros e mesmo com comunidades à distância, a promover uma proximidade...

read more