Formação Online – Viver na presença da Covid-19

22 Jul, 2020

A pandemia COVID-19 conduziu à necessidade de reinventar a forma como trabalhamos e como, mesmo à distância, continuamos a apoiar o trabalho dos técnicos e das comunidades com quem trabalhamos.

Os projetos desenvolvidos no Sul de Angola são de suporte a comunidades rurais que, para além da emergência na área da saúde, continuam a enfrentar dificuldades socio-económicas. E é neste âmbito que surge, em parceria com a Caritas Arquidiocesana do Lubango e Caritas Diocesana do Namibe, a ação de capacitação das equipas técnicas ao nível da sensibilização e prevenção da Covid-19.

Esta ação foi realizada no âmbito de dois projetos, o projeto Emanguluko | Promoção da Resiliência nas Comunidades afetadas pela Seca na Província da Huila, financiado pelo Camões I.P. e pela Misereor, e o projeto Ekevelo I Esperança na Resiliência: Reforço da Segurança Alimentar e Nutricional das comunidades no município do Virei, subvencionado pelo programa “Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola” (FRESAN), financiado pela União Europeia e gerido pelo Camões, I.P. e cofinanciado pela Catholic Relief Services (CRS).

A formação foi dirigida às equipas de técnicos e voluntários e direções das Caritas referidas e às gestoras de projeto FEC em Angola. Foi realizada uma formação online que ligou equipas na Província da Huíla e Província do Namibe, em Angola, e em Portugal.

A formação teve como principal foco uma melhor compreensão da Covid-19 e as medidas de prevenção da doença a partir do que é a realidade das comunidades do Sul de Angola. Na formação, as equipas contaram com o apoio técnico voluntário do Enfermeiro João Paulo Nunes, docente da Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias, com experiência de trabalho no terreno em Angola. Para além da exposição mais teórica de enquadramento da COVID-19, houve também espaço para falar da importância de implementar Planos de Contingência e um debate alargado e prático a partir das principais preocupações e necessidades dos formandos.

Espera-se que estas equipas sejam replicadores da formação, possibilitando assim contribuir para a divulgação de medidas de prevenção da covid-19 junto das comunidades do Sul de Angola onde desenvolvem a sua ação.

Últimas notícias…

FEC dá apoio no ensino a distância do CEFA na Guiné-Bissau

FEC dá apoio no ensino a distância do CEFA na Guiné-Bissau

No âmbito da Assessoria Pedagógica da FEC ao projeto PAIDR (Projeto de Apoio Integrado ao Desenvolvimento Rural nas regiões de Bafatá, Quínara e Tombali) e do Programa de Ações Territoriais Integradas para a Valorização da Agricultura (Programa UE-ACTIVA, Eixo 3), a...

read more