Projeto EKEVELO | Atividades com as comunidades no Virei

3 Mai, 2021

Durante os meses de março e abril, o projeto EKEVELO – Esperança na Resiliência: Reforço da Segurança Alimentar e Nutricional das comunidades no município do Virei levou a cabo algumas atividades, refletindo o trabalho direto com as comunidades beneficiárias e também o trabalho desenvolvido em parceria e articulação com as autoridades locais, tanto ao nível provincial como municipal.

Neste sentido, o trabalho desenvolvido com os GAMC (facilitadores locais dentro de cada comunidade) contabiliza as vedações dos 4 campos de experimentação existentes em cada uma das 4 comunidades beneficiárias, bem como o início dos trabalhos de tratamento dos solos nestes locais e de capacitação em contexto destes facilitadores. Paralelamente, os 138 agregados familiares que já beneficiam do projeto receberam insumos de milho e plantas forrageiras para colocação nas suas lavras familiares e nos campos de experimentação, respetivamente.

Ainda ao nível local, no passado dia 13 de abril, o projeto EKEVELO entregou também 1500 plantas forrageiras à Administração Municipal do Virei, que utilizará as mesmas para criação de um polígono verde junto à sede municipal, numa expectativa de combate à desertificação, e onde a população poderá beneficiar destas plantas para complemento à alimentação dos animais.

Foi ainda realizado mais um encontro da Equipa Multissectorial de Resiliências e Segurança Alimentar do Município do Virei, no dia 15 de Abril, contanto com a representação das várias repartições municipais e demais autoridades locais com presença no município, bem como os representantes das autoridades tradicionais locais. Neste encontro foi feito o ponto de situação do projeto EKEVELO pela sua equipa técnica, debatidas as principais ações em curso e planeadas algumas atividade a desenvolver em conjunto, criando assim sinergias e contribuindo para a apropriação dos projeto por parte das autoridades locais tendo em vista a sustentabilidade do mesmo.

Ao nível provincial, no dia 11 de março teve lugar, via plataforma ZOOM, o 2º Seminário Provincial promovido pelo projeto, desta vez sob o tema “O Acesso à Água em Comunidades do Meio Rural”. Este seminário contou com a presença de 3 oradores: Catarina de Albuquerque, Relatora da ONU sobre Direitos Humanos à Água e Saneamento e Presidente da “Sanitation and Water for All” da UNICEF, que falou sobre o direito fundamental de acesso à água; Simione Chiculo, Diretor da ADRA Cunene, Huíla e Namibe, apresentando a experiencia da ADRA na construção de Cisternas Calçadão no sul de Angola; e Alexandre de Oliveira Lima, professor adjunto do Departamento de Gestão Ambiental da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN, Brasil, que falou sobre a experiência de construção de barragens subterrâneas no semiárido brasileiro. O seminário contou com 63 participantes, provenientes das várias autoridades locais municipais e provinciais do Namibe, bem como universidade e organizações da sociedade civil.

Paralelamente ao desenvolvimento destas atividades, foram ainda levados a cabo o trabalho sobre o desenvolvimento do Estudo de Compatências, Atitudes, Práticas e Motivações, em conjunto com o ISPT, parceiro da FEC neste projeto. Foram ainda concluídos os inquéritos de M&A para a Linha de Base do FRESAN.

O projeto Ekevelo é implementado pela FEC, Caritas de AngolaCatholic Relief ServicesVeterinários sem Fronteiras Portugal e Instituto Superior Politécnico Tundavala, em articulação com a Administração Municipal do Virei e Governo Provincial do Namibe, subvencionado pelo programa FRESAN – Fortalecimento da Resiliencia e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola, financiado pela União Europeia, gerido parcialmente e co-financiado pela Cooperação Portuguesa – Camões, I.P..

Esta notícia foi produzida com o apoio financeiro da União Europeia. O seu conteúdo é da exclusiva responsabilidade da FEC e não reflete necessariamente a posição da União Europeia.

Últimas notícias…

Webinar | O Planeta que defendemos

Webinar | O Planeta que defendemos

COMO ESTÁ A EUROPA, NA SUA MERITÓRIA AMBIÇÃO CLIMÁTICA, A SALVAGUARDAR OS DIREITOS AMBIENTAIS E HUMANOS DOS PAÍSES MAIS POBRES? Esta e outras questões estarão no centro da reflexão do webinar "O Planeta que Defendemos", que decorrerá no próximo dia 21 de maio, entre...

read more