No Firma pa nô Dritus - Bolama

Guiné-Bissau | setembro de 2020 a setembro de 2023

Parceiros

Parceiros

• Unidade Escolar Amílcar Cabral (UEAC)
• Ministério da Educação Nacional e Ensino Superior da Guiné-Bissau
• Direção Regional de Educação de Bolama Bijagós

Financiador

 

 

Queremos…

Contribuir para a integração das temáticas dos Direitos Humanos e Cidadania no currículo escolar e nas práticas educativas, familiares e comunitárias, criando, a partir do setor de educação na Ilha Bolama, uma zona piloto de difusão de conhecimento e práticas de Direitos Humanos e Cidadania

Principais Atividades

R

Plano de formação de docentes para disciplina de Educação para a Cidadania e Direitos Humanos 

200 agentes (professores, técnicos de organizações, estagiários…) capacitados em metodologias formais e não formais em Direitos Humanos e Cidadania

Sensibilização e promoção de mudança de comportamento com alunos e encarregados de educação de 22 escolas

66 líderes juvenis capacitados em liderança e Direitos Humanos realizam iniciativas comunitárias

• Iniciativas de trabalho em rede e em articulação com autoridades locais

 

Com quem trabalhamos

91 Inspetores
179 professores e agentes educativos (pré-escolar, ensino básico e secundário)
11 docentes da UEAC
225 estudantes da UEAC
5 Técnicos da AUGB
66 jovens líderes
4825 encarregados de educação
4.825 crianças e jovens em idade escolar

Indiretamente:

6024 cidadãos da ilha de Bolama
Organizações da Sociedade Civil
Ministério da Educação Nacional e Ensino Superior
Ouvintes de rádios locais na região de Bolama-Bijagós

Notícias do Projeto

Termina a formação de docentes na ilha de Bolama

Termina a formação de docentes na ilha de Bolama

No passado dia 18 de julho de 2021 realizou-se a última sessão de formação (em sala) em Educação para a Cidadania e Direitos Humanos para os diretores e corpo docente das 14 escolas da ilha de Bolama, do pré-escolar até ao ensino secundário, bem como para 11 professores da Escola Normal Amílcar Cabral (ENAC) e 6 inspetores escolares.

Portugal

APOIE ESTE PROJETO