UMA AÇÃO POR DIA, A MUDANÇA QUE FARIA!

As organizações que integram o projeto CALL | Communication and Advocacy Learning Lab estão a promover, até ao final de maio, uma campanha conjunta que tem como mote “Uma ação por dia, a mudança que faria!”.

Esta iniciativa tem como objetivo a alteração de comportamentos individuais, numa lógica de transformação social coletiva, que pode incluir qualquer ação em defesa do ambiente, direitos humanos, direitos dos animais e cultura democrática.

COMPROMISSO DA SEMANA

O Desperdício Alimentar é uma consequência do excesso de produção e da desigualdade que existe na distribuição de alimentos. 10 % das emissões de gases com efeitos de estufa provém da produção de alimentos que nunca serão consumidos. 1/3 dos alimentos produzidos em todo o mundo acaba no lixo enquanto se prevê que 657 milhões de pessoas (quase 8% da população mundial) estejam subalimentadas em 2030.

Sabemos que as ações individuais só têm impacto quando são acompanhadas de decisões governamentais que as suportem, mas cada ação conta. 

– Planeia as tuas refeições e compra apenas a quantidade de alimentos que precisas;
– Dá preferência a frutas e legumes maduros para evitar que acabem no lixo;
– Aproveita os restos das suas refeições e transforma-os em novos pratos;
– Divide as doses nos restaurantes com amigos ou leva os restos para casa.

 

Ao longo do mês de maio, vamos deixar-te várias pistas para não te despistares.

Algumas das ações sugeridas passam pela redução do consumo de carne, utilização da bicicleta como meio de transporte, o fim do desperdício alimentar, envolvimento com organizações de defesa dos direitos humanos, adoção de animais, participação em eventos de discussão de políticas públicas, entre outras.

 

Conhece melhor as organizações fundadoras deste movimento:

O projeto CALL – Communication & Advocacy Learning Lab é um projeto da FEC – Fundação Fé e Cooperação, em parceria com a Escola Superior de Comunicação Social e a Norsensus Mediaforum, apoiado pelo Programa Cidadãos Ativ@s/Active Citizens, financiado pelos EEA Grants Portugal gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Bissaya Barreto.

UMA INICIATIVA DO PROJETO CALL – COMMUNICATION & ADVOCACY LEARNING LAB