Violência contra mulheres / prostituição

25 Nov, 2017

Violência contra mulheres / prostituição

by Dália Rodrigues

Neste Luso Fonias assinalamos o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que se assinala neste dia 25 de Novembro. Falamos de uma realidade que é em si mesmo uma violência contra a dignidade das mulheres, que é o fenómeno da prostituição. Uma realidade antiga, que hoje tem novos contornos, associada muitas vezes a redes de tráfico e exploração destas mulheres. Contamos com o testemunho de Dália Rodrigues, diretora técnica da associação O Ninho, uma instituição que há 50 anos trabalha com mulheres em situação de prostituição e que conhece bem os problemas que lhe estão associados.

Na opinião do P. Tony Neves – ‘Pobreza? Só a evangélica!’

“Combater a miséria, com todos os meios disponíveis, é proposta do Papa Francisco que não se tem cansado de chamar a atenção para as periferias e margens da nossa história.

O Dia Mundial dos Pobres não pode ser apenas mais um que se celebra e se põe na gaveta no dia seguinte. O Jubileu da Misericórdia ‘obrigou’ o Papa a prolongar o que se reflectiu, rezou e viveu nesse ano tão marcante para a história da Igreja. A criação deste Dia Mundial, celebrado a 19 de Novembro, traz responsabilidades acrescidas à Igreja. É urgente arregaçar as mangas e fazer tudo o que se puder para que haja mais justiça e paz. É imperioso reconhecer que há economias que matam e que a indiferença – disse o Papa neste dia em Roma – é a arma mais letal que as pessoas dispõem e usam diariamente. O almoço de Francisco com muitas centenas de pobres no Vaticano é mais um gesto profético que mostra quanto os mais pobres devem ter lugar no coração da Igreja e nas preocupações dos governantes do mundo inteiro.

As voltas que tenho dado ao mundo provam-me que a pobreza é geral e não há razões para nos orgulharmos do estado a que as vidas de muitas pessoas foram condenadas. É duro ver tantas crianças de rua a deambular pelo mercado abastecedor de Assunção, no Paraguai, como é duríssimo conhecer as vidas sofridas dos mais de cinco mil reclusos na prisão de Palmasola, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. E falo apenas de pessoas com quem os Missionários Espiritanos partilham vida e preocupação pastoral.

Volto à primeira mensagem que o Papa Francisco escreveu para este Dia Mundial: ‘Nestes dois mil anos, quantas páginas de história foram escritas por cristãos que, com toda a simplicidade e humildade, serviram os seus irmãos mais pobres, animados por uma generosa fantasia da caridade!’; ‘Somos chamados a estender a mão aos pobres, a encontrá-los, fixá-los nos olhos, abraça-los, para lhes fazer sentir o calor do amor que rompe o círculo da solidão’; ‘a pobreza tem o rosto de mulheres, homens e crianças explorados para vis interesses, espezinhados pelas lógicas perversas do poder e do dinheiro’; ‘benditas as mãos que se abrem sem pedir nada em troca, sem ‘se’ nem ‘mas’ nem ‘talvez’: são mãos que fazer descer sobre os irmãos a bênção de Deus’.

O mundo tem de mudar. Como permitir que se deite fora comida e haja milhões com fome? Como aceitar que haja tanta terra sem gente e tanta gente sem terra? Como se explica que haja tanta escola vazia e tanta criança sem escola? E há ainda a urgência de combater a falta de esperança no futuro que vitima milhões de pessoas que não esperam nada do amanhã.

A pobreza miserável faz razias por esse mundo além. Há que a combater com todas as forças. Salvemos a pobreza evangélica que propõe vidas simples, orantes, despojadas e dedicadas aos outros. Trabalhemos para erradicar todas as formas de pobreza que esmagam, humilham e matam. Este Dia Mundial dos Pobres vai abrir uma brecha nas nossas muralhas de cristãos que pouco fazemos para que o Evangelho rasgue caminhos de justiça, paz e fraternidade. Dêmo-nos as mãos e os corações para que o Evangelho tome conta de nós e transforme o mundo.”

Últimos programas

O programa foi dedicado ao Brasil, que comemora a 7 de Setembro o seu Dia da Independência. Connosco esteve a advogada brasileira Sidineia Yamaguchi, que trabalha com brasileiros que se pretendem fixar em Portugal. Falámos sobre a comunidade brasileira do Norte de...

Lixo Marinho

Lixo Marinho

A acumulação de lixo no mar é cada vez mais visível, e o plástico é a maior fonte dessa poluição. Fala-se também dos riscos dos microplásticos e hoje vamos saber melhor o que são e sobretudo o que cada um de nós pode fazer para mudar esta situação. Esteve connosco...