FEC e Universidade Católica da Guiné-Bissau promovem Seminário Internacional de Educação e Cultura

17 Nov, 2020

A FEC e a Universidade Católica da Guiné-Bissau promovem, de 18 a 21 de novembro, o Seminário Internacional de Educação e Cultura, um espaço de reflexão e de troca de experiências sobre temas como artesanato, cultura, educação e cidadania.

O evento divide-se entre dois dias de atividades na Universidade Católica da Guiné-Bissau e dois dias de ciclos de conversas online, com a participação de elementos ativos na área da educação e cultura guineense e de outros países, como Angola, Cabo Verde, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, promovendo, desta forma, a educação e a cultura no contexto da lusofonia.

ciclo de conversas online acontece nos dias 19 e 20 de novembro, com a seguinte programação:

19 de novembro | Artesanato e Identidade Cultural
Online, na plataforma Zoom | 14h30 (hora de Portugal)
ID: 973 4838 2027

Pretende-se abordar a forma como o artesanato tradicional contribuiu para uma tomada de consciência da identidade de cada grupo, povo, país ou região. A importância da partilha de experiências entre diferentes países lusófonos pode beneficiar todos e estreitar laços de cooperação para o conhecimento e desenvolvimento mútuos.

Convidados:
Sónia Neto – Embaixadora da União Europeia na Guiné-Bissau, mensagem de boas-vindas
Susana Réfega – Diretora Geral da FEC, mensagem de boas vindas
Matilde Muocha [Moçambique] – Docente e Investigadora em Indústrias Culturais e Criativas
Jorge Mulumba [Angola] – Músico (grupo Nguami Maka) e construtor de instrumentos tradicionais, de forma artesanal
Maria Miguel Estrela [Cabo Verde] Doutoranda em Ciências de Educação, na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto
Irley Barbosa Rivera [Guiné-Bissau] – Professora de História, Gestora de projetos e Artista plástica

Inscreva-se aqui.

20 de novembro | Educação para a Cultura e Cidadania
Online, na plataforma Zoom | 14h30 (hora de Portugal)
ID: 970 0773 8464

Na realidade da África lusófona muitos são os valores culturais que podem e devem ser abordados na educação para a cidadania sem negligenciar os aspetos étnicos tradicionais. A partilha entre investigadores destes países pretende contribuir para a reflexão sobre a sedimentação da educação para a cultura e para a cidadania em África.

Cooperação Portuguesa – mensagem de boas-vindas
Carla Pinto – Representante de país da FEC na Guiné-Bissau, mensagem de boas vindas
António Cabrita [Portugal] – Escritor português que vive há quinze anos em Moçambique, professor universitário e cronista no principal semanário de Moçambique – o “Savana”
Júlio Candeeiro [Angola] – Diretor Executivo da Mosaiko – Instituto para a Cidadania
Elter Manuel Carlos [Cabo Verde] Professor e Coordenador do curso de Filosofia na Universidade de Cabo Verde (UNICV)
Minhone Nancanha Seidi [Guiné-Bissau] – Socióloga e Gestora de Projetos

Inscreva-se aqui.

As duas conversas serão moderadas por Ana Patrícia Fonseca, Coordenadora do Departamento de Comunicação e Departamento de Educação para o Desenvolvimento e Advocacia Social da FEC.

O Seminário Internacional de Educação e Cultura é promovido no âmbito do projeto Cultura i nô balur – Uma Estratégia de Educação para a Cultura na Guiné-Bissau, financiado pela União Europeia, pela Misereor e pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., e desenvolvido pela FEC em parceria com a ENGIM, a Universidade Católica da Guiné-Bissau, o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, a Associação de Escritores da Guiné-Bissau (AEGUI) e a Afectos com Letras.

 

Últimas notícias…

Oportunidades criadas em tempos de covid

Oportunidades criadas em tempos de covid

A pandemia lançou-nos diversos desafios organizacionais e na implementação dos projectos que desenvolvemos. Obrigou-nos a pensar e definir planos de contingência, a cuidar da relação com parceiros e mesmo com comunidades à distância, a promover uma proximidade...

read more