Os bonecos de pano dos Baús Pedagógicos

22 Mar, 2017

Os bonecos de pano que integram os Baús Pedagógicos são simples e rudimentares, sem acabamentos estilizados, visualmente inesperados permitem às crianças completa-los pelo seu imaginário – dar-lhes vida, recriando em contexto lúdico a sua própria experiência do mundo.

O toque confortavel do pano completado com a capulana em que se transporta e acomoda o “bébe”conforta e apela à expressão de sentimentos e afetos.

O enxoval dos bonecos dos Baús Pedagógicos inclui além de capulanas (panos em que as mulheres moçambicanas transportam os seus bebés) outros objectos do quotidiano de trabalho e lazer culturalmente contextualizados – caminhas, esteiras, peneiras, colheres de xima (alimento tradicional),canecas e bules para o chá, o pilão e um fogareiro que permitem a cada criança pôr em ação a sua historia- construi-la e atribuir-lhe sentido.

Estes elementos pretendem expandir e enriquecer os materiais naturais com que as crianças sempre brincaram – folhas, pedrinhas, ramos, caroços de frutos e apoiar a valorização pelos monitores da brincadeira de faz de conta como a forma genuina de aprendizagem das crianças com idades compreendidas entre os 3 e os 5 anos.

Deixar brincar assume integralmente a dimensão criativa e afetiva de uma pedagogia em que aprender é muito mais que a tecnicista memorização de conteudos, desajustada à etapa do desenvolvimento das crianças de 2ª infância.

Brincar com bonecos permite a rapazes e raparigas a experiência de cuidar e acarinhar, reproduzir e recriar o próprio mundo. Elaborar a sua historia e torna-la compreensivel para si e para os outros.Apropriar-se de novas formas de ser mulher,de ser homem, de ser criança, de ser adulto – de ser pessoa, contribuindo para uma sentida e vivida cooperação entre todos.

Os Baús Pedagógicos replicam Boas Práticas, em Educação de Infância, da FEC na Guiné Bissau e apoiam a transformação das práticas pedagógicas dos monitores e supervisores das Escolinhas e jardins-de–infância da rede de Educação Pré-Escolar da Diocese Católica de Lichinga, tendo em vista o desenvolvimento de um modelo pedagógico que considere a criança plenamente uma pessoa , com necessidades e potencialidades inerentes à especificidade do seu desenvolvimento global.

O projeto Othukumana I Juntos é uma iniciativa da Diocese Católica de Lichinga em parceria com a Fundação Fé e Cooperação, os Leigos para o Desenvolvimento, a Escola Superior de Educação Paula Frassinetti, a Direção Distrital do Género, Criança e Ação Social de Cuamba, a Direção Distrital da Educação, Cultura, Juventude e Tecnologia de Cuamba. O projeto conta com o apoio da Misereor, Kindermissionwerk, Manos Unidas, Rotary Internacional, Listas Telefónicas de Moçambique, JFS e Toyota Moçambique.

Últimas notícias…

Oportunidades criadas em tempos de covid

Oportunidades criadas em tempos de covid

A pandemia lançou-nos diversos desafios organizacionais e na implementação dos projectos que desenvolvemos. Obrigou-nos a pensar e definir planos de contingência, a cuidar da relação com parceiros e mesmo com comunidades à distância, a promover uma proximidade...

read more