Promoção dos Direitos Humanos em Angola - Fase 2

Angola | dezembro de 2015 a janeiro de 2019

Parceiros

  • Mosaiko – Instituto para a Cidadania (Associação Sem Fins Lucrativos)

Entidades envolvidas

  • Entidades de Direitos Humanos em Portugal
  • Entidades de Direitos Humanos na Guiné-Bissau
  • ICRA – Instituto de Ciências Religiosas de Angola
  • IMNE – Marista
  • Instituto Superior João Paulo II
  • MOSAIKO – Instituto para a Cidadania (Associação sem Fins Lucrativos)

Financiadores

  • Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.
  • Misereor

Queremos…

Contribuir para melhorar o respeito e o exercício dos direitos e deveres na sociedade Angolana através do fortalecimento da cultura democrática

Como…

  • Fortalecendo o diálogo entre cidadãos e decisores públicos incentivando os espaços democráticos de discussão ao nível municipal
  • Reforçando a capacidade dos GLDH promoverem os Direitos Humanos e a Cidadania nos seus Municípios
  • Capacitando e/ou sensibilizando sobre Direitos Humanos e Cidadania os Líderes Comunitários, Funcionários Públicos, Estudantes finalistas e utentes da Biblioteca Mosaiko

Principais Atividades

R

Sensibilização

Seminários de Formação sobre Direitos Humanos e Cidadania
Promoção de espaços de reflexão e debate
Assessoria aos Grupos Locais de Direitos Humanos
Campanha de comunicação sobre Direitos Humanos e Cidadania
Intercâmbio entre entidades que trabalham com Direitos Humanos e Cidadania em Angola e na Guiné-Bissau
Lecionação da disciplina de Direitos Humanos e realização de seminários em Instituições de Ensino Superior em Angola
Dinamização da Biblioteca Mosaiko e criação de Clube de Leitura

R

Materiais

Produção e divulgação de materiais informativos sobre Direitos Humanos e Cidadania
Elaboração e divulgação da Brochura de Boas Práticas sobre Direitos Humanos e Cidadania

Com quem trabalhamos

Diretamente

30 Membros de 6 Grupos Locais de Direitos Humanos – GLDH: Benguela (Cubal); Huila (Jamba Mineira e Matala); Kwanza Norte ( Ambaca e Cazengo); Uíge (Uíge);
540 Líderes Comunitários (dos quais, 20% são Funcionários públicos);
360 Jovens estudantes de três Instituições de Ensino Medio e Superior de Luanda (90 estudantes do Instituto Superior João Paulo II, 90 estudantes do ICRA, 180 estudantes do IMNE Marista);
600 participantes nos debates promovidos pelo Mosaiko (jovens estudantes e leitores da Biblioteca Mosaiko);
100 Leitores da Biblioteca Mosaiko que participam no club de leitura;
Cerca de 400 utentes da Biblioteca Mosaiko (40% do total de utentes);
2 membros de organizações de Direitos Humanos da Guiné-Bissau que farão intercâmbio com Mosaiko/GLDH, em Angola.

Indiretamente

População abrangida pelos municípios de atuação dos GLDH , num total de 2.285.807 pessoas (Benguela, Cubal – 287.931; Huila, Jamba Mineira – 100.910 e Matala – 243.938; Kwanza Norte, Ambaca – 60.835 e Cazengo – 165.839 e Uíge, Uíge – 1.426.354); Cidadãos que acompanharem e participarem na Campanha de Comunicação de Direitos Humanos e que leiam a Brochura de Boas Práticas; Beneficiários diretos das organizações de DH da Guiné-Bissau que participarem no intercâmbio com Mosaiko/GLDH.

Notícias do projeto

Cidadania em debate em Angola: o Orçamento Geral do Estado

O projeto Promoção dos Direitos Humanos em Angola – Fase II promoveu em janeiro mais um “cidadania em debate”, desta vez com o tema “Orçamento Geral do Estado e Cidadania”, fazendo já ponte com o projeto iniciado em 2018 – o Projeto de Promoção da Advocacia das...

Peça de Teatro sobre os Direitos Humanos em Angola

No passado dia 10 de dezembro decorreu em Luanda, no âmbito do projeto Promoção dos Direitos Humanos em Angola - Fase II, uma atividade para assinalar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Lígia Roque, atriz e encenadora, foi convidada para,...

Benguela

Município Cubal

Huila

Municípios Jamba Mineira e Matala

Kwanza Norte

Municípios Ambaca e Cazengo

Uíge

Município Uíge

APOIE ESTE PROJETO

Share This