Promoção dos Direitos Humanos em Angola - Fase 2

Angola | dezembro de 2015 a janeiro de 2019

Parceiros

  • Mosaiko – Instituto para a Cidadania (Associação Sem Fins Lucrativos)

Entidades envolvidas

  • Entidades de Direitos Humanos em Portugal
  • Entidades de Direitos Humanos na Guiné-Bissau
  • ICRA – Instituto de Ciências Religiosas de Angola
  • IMNE – Marista
  • Instituto Superior João Paulo II
  • MOSAIKO – Instituto para a Cidadania (Associação sem Fins Lucrativos)

Financiadores

  • Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.
  • Misereor

Queremos…

Contribuir para melhorar o respeito e o exercício dos direitos e deveres na sociedade Angolana através do fortalecimento da cultura democrática

Como…

  • Fortalecendo o diálogo entre cidadãos e decisores públicos incentivando os espaços democráticos de discussão ao nível municipal
  • Reforçando a capacidade dos GLDH promoverem os Direitos Humanos e a Cidadania nos seus Municípios
  • Capacitando e/ou sensibilizando sobre Direitos Humanos e Cidadania os Líderes Comunitários, Funcionários Públicos, Estudantes finalistas e utentes da Biblioteca Mosaiko

Principais Atividades

R

Sensibilização

Seminários de Formação sobre Direitos Humanos e Cidadania
Promoção de espaços de reflexão e debate
Assessoria aos Grupos Locais de Direitos Humanos
Campanha de comunicação sobre Direitos Humanos e Cidadania
Intercâmbio entre entidades que trabalham com Direitos Humanos e Cidadania em Angola e na Guiné-Bissau
Lecionação da disciplina de Direitos Humanos e realização de seminários em Instituições de Ensino Superior em Angola
Dinamização da Biblioteca Mosaiko e criação de Clube de Leitura

R

Materiais

Produção e divulgação de materiais informativos sobre Direitos Humanos e Cidadania
Elaboração e divulgação da Brochura de Boas Práticas sobre Direitos Humanos e Cidadania

Com quem trabalhamos

Diretamente

30 Membros de 6 Grupos Locais de Direitos Humanos – GLDH: Benguela (Cubal); Huila (Jamba Mineira e Matala); Kwanza Norte ( Ambaca e Cazengo); Uíge (Uíge);
540 Líderes Comunitários (dos quais, 20% são Funcionários públicos);
360 Jovens estudantes de três Instituições de Ensino Medio e Superior de Luanda (90 estudantes do Instituto Superior João Paulo II, 90 estudantes do ICRA, 180 estudantes do IMNE Marista);
600 participantes nos debates promovidos pelo Mosaiko (jovens estudantes e leitores da Biblioteca Mosaiko);
100 Leitores da Biblioteca Mosaiko que participam no club de leitura;
Cerca de 400 utentes da Biblioteca Mosaiko (40% do total de utentes);
2 membros de organizações de Direitos Humanos da Guiné-Bissau que farão intercâmbio com Mosaiko/GLDH, em Angola.

Indiretamente

População abrangida pelos municípios de atuação dos GLDH , num total de 2.285.807 pessoas (Benguela, Cubal – 287.931; Huila, Jamba Mineira – 100.910 e Matala – 243.938; Kwanza Norte, Ambaca – 60.835 e Cazengo – 165.839 e Uíge, Uíge – 1.426.354); Cidadãos que acompanharem e participarem na Campanha de Comunicação de Direitos Humanos e que leiam a Brochura de Boas Práticas; Beneficiários diretos das organizações de DH da Guiné-Bissau que participarem no intercâmbio com Mosaiko/GLDH.

Notícias do projeto

Mosaiko visita a Comissão de Justiça e Paz do Quela-Malanje

Com o apoio da Fundação Fé e Cooperação, do Instituto Camões e da Misereor, o Mosaiko | Instituto para a Cidadania realizou, no dia 8 de Dezembro, uma visita de assessoria à Comissão de Justiça e Paz do Quela, província de Malanje.

Benguela

Município Cubal

Huila

Municípios Jamba Mineira e Matala

Kwanza Norte

Municípios Ambaca e Cazengo

Uíge

Município Uíge

APOIE ESTE PROJETO

Share This