Organizações da Sociedade Civil a desenvolver projetos na área do Desenvolvimento da Primeira Infância reunidas em Moçambique

14 Set, 2018

No passado dia 4 de Agosto realizou-se em Lichinga uma reunião entre Organizações da Sociedade Civil a desenvolver projetos na área do Desenvolvimento da Primeira Infância, em Moçambique.

Esta reunião teve como objetivo o encontro para partilha de projetos e boas práticas, visando traçar focos e objetivos de trabalho comuns para o Desenvolvimento da Primeira Infância, em Moçambique.

Nesta reunião participaram representantes de organizações a desenvolver projectos na província do Niassa: FEC, Leigos para o Desenvolvimento, Associação Progresso, ACABE- Associação da Criança Amigos Boa Esperança; e noutras províncias do país: Save The Children, Fundação Aga Khan, Associação Helpo, Associação Khandlelo, ADPM – Associação para o Desenvolvimento do Património de Mértola, assim como um representante da Rede para o Desenvolvimento da Primeira Infância.

Para além do interesse em criar uma plataforma conjunta para partilha de informações e materiais utilizados em cada projecto, as organizações concluíram a reunião com a elaboração de uma lista das principais prioridades comuns para advogar em função do investimento nacional no DPI.

“Enquanto organizações a trabalhar no DPI precisamos de sonhar grande, de sonhar mais” – referia Décimo Banze, representante da RDPI.

Esta é uma atividade do projeto Othukumana – Juntos II, implementado pela Diocese de Lichinga, em parceria com a FEC e os Leigos para o desenvolvimento, com assessoria técnico-pedagógica da ESEPF e com o apoio da Misserior, Kindermissionswerk, Rotary Internacional, Listas Telefónicas de Moçambique, JFS – SAN e Toyota Moçambique.

Últimas notícias…

Oportunidades criadas em tempos de covid

Oportunidades criadas em tempos de covid

A pandemia lançou-nos diversos desafios organizacionais e na implementação dos projectos que desenvolvemos. Obrigou-nos a pensar e definir planos de contingência, a cuidar da relação com parceiros e mesmo com comunidades à distância, a promover uma proximidade...

read more