Prevenção da COVID-19: demonstração de sistemas Tip-tap em Angola

11 Fev, 2021

No âmbito do projeto Emanguluko – Promoção da Resiliência nas Comunidades afetadas pela Seca na Província da Huila, a FEC em parceria com a People in Need (PIN) Angola, promoveu uma formação sobre “Criação de capacidades para utilização de ferramentas de Saneamento Total Liderado pela Comunidade e demonstração de Sistemas Tip-tap”. 

Os sistemas Tip-tap permitem de forma simples a lavagem das mãos com água armazenada em bidons inclinados com uma vara e com um pedal em madeira que regula a saída da àgua.

A formação, focada nos sistemas Tip-tap, permitirá às comunidades um acesso mais facilitado a pontos de água, promovendo uma maior higienização das mãos. Foram 36 os participantes, entre facilitadores comunitários de Caconda e Caluquembe, membros da Caritas Lubango e da ONG OCADEC e igreja local.

Numa altura em que o país prepara a reabertura das escolas de ensino primário nas aldeias, esta ação foi considerada fundamental pelos participantes, não só pelo apoio na prevenção da pandemia, mas também de outras doenças.

O objetivo foi promover a capacitação de agentes que replicassem depois a formação nas aldeias em que o projeto tem intervenção, chegando desta forma a um maior número de pessoas e organizações.

A PIN-Angola tem uma vasta experiência no desenvolvimento do Programa Wash[1] em Angola e esta foi uma oportunidade de colaboração e trabalho conjunto para o projeto.

O projeto Emanguluko – Promoção da Resiliência nas Comunidades afetadas pela Seca na Província da Huila é financiado pelo Camões I.P e pela Misereor.

[1] (WASH: Water, sanitation and Hygiene / ASH: Agua, saneamento e Higiene)

Últimas notícias…

Cabo Delgado | Não nos conformamos com a violência

Cabo Delgado | Não nos conformamos com a violência

Mais de 30 organizações da sociedade civil portuguesa apelam ao envio urgente de ajuda humanitária para Cabo Delgado, Moçambique A população de Cabo Delgado, em Moçambique, está a viver, desde há quatro anos, violentos ataques, que já fizeram mais de 700.000...

read more